31.12.19

Quadrinhos e listas

Depois daquela lista estranhíssima do AV Club, listas bem mais razoáveis dos melhores quadrinhos da década apareceram: o Whatculture fez uma lista com dez títulos mainstream (aqui uma cheia de indies para compensar), o Polygon apareceu com uma lista mais equilibrada e o CBR organizou com uma lista (ainda inconclusa) de cem HQs selecionadas pelos leitores (e uma outra com os dez melhores artistas).

Das listas que se dedicaram a 2019 trinta melhores quadrinhos publicados no Brasil este ano e as listas múltiplas do Comics Journal.

Liberdade de Expressão e o Óbvio

Um texto meio desconjuntado de Fábio Porchat, em resposta ao atentado à sede do Porta dos Fundos. Sempre vale rememorar algumas obviedades.

30.12.19

Além das grades

Imagine que você está na solitária e alguém se propõe a fotografar algo que você queira muito ver. Os pedidos de prisioneiros nessa situação são bem tocantes.

10 (ou 100) filmes para os 2010s

A Esquire tem uma lista elegante dos melhores filmes da década que acaba - apesar da falta notável de uns oito filmes da Marvel e três Star Wars. A Consequence of Sound optou pelo completismo e fez a lista com os 100 filmes da década.

24.12.19

Quadrinhos de vanguarda

Ramon Vitral, do Vitralizado reflete sobre a distância entre vanguarda do quadrinho brasileiro e o grande público. Bem, é verdade - mas vanguarda é distante do mainstream por definição. Talvez o ponto mais interessante o texto seja a pequena lista dos fatores de conservadorismo do mercado de HQ - além dos muitos nome pra checar.

23.12.19

Guardados e esquecidos

Os textos mais lidos no Pocket em 2019. Entre os vencedores, o desaparecimento de um avião, ladrões de arte, dinossauros, Tinder e Facebook.

Guardiões da Galáxia

O nome - Space Force - parece título de gibi ruim, mas a função é séria: defender os EUA de ameaças (leia-se China e Rússia) a seus satélites e lançamentos. O negócio começa devagar: no ano que vem o orçamento da agência é de apenas 40 milhões de dólares.

20.12.19

Melhor para todos

Algumas pessoas têm sérios problemas psicológicos, vieses de raciocínio e visões de mundo que fazem com que estejam constantemente atrasadas. Sugiro considerar todas essas explicações ao tratar comigo.

Idiocracia

Numa prova da idiotia coletiva do Partido Republicano, Trump será o primeiro presidente a sofrer um impeachment e disputar a reeleição - se tudo der "certo".

Depois de Crepúsculo

Sarah Andersen (Sarah's Scribbles) começou um novo webcomic, Fangs -sobre uma vampira e um lobisomem que se apaixonam.

19.12.19

Enquanto isso, no Pocket

De novo entre o 1% que mais eu no Pocket, com 3,8 milhões de palavras - o correspondente a 52 livros. Aparentemente eu li sobre comida e assuntos do momento, o que me parece contraditório: assuntos correntes têm me dado dor de estômago.

15.12.19

Caçando cogumelos

Uma animação baseada em The Mushroom Hunters, poema escrito por Neil Gaiman para comemorar o nascimento de Ash, seu filho com Amanda Palmer (locutora do vídeo).

Anna Karina (1940 - 2019)

O fato de eu achar que ela já estava morta nãp impediu Anna Karina, a cara da Novelle Vague de morrer no sábado.

12.12.19

Além de cyberspace

O grande (1,95m) William Gibson está de livro novo. Sequencia de The Peripheral, The Agency se passa em um 2017 alternativo, no qual Hillary Clinton venceu a eleição de 2016.

11.12.19

Departamento de Aquisiçòes: USP, CCXP e outras coisas

Em vez de fazer este Departamento de Aquisições da maneira habitual (capa do livro com link para comentário) vai só a lista com título e autor - é o que a preguiça permite.

Solaris (Stanialw Lem), Mrs. Dalloway (Virgin Woolf) Democracia em Risco (vários autores), Linha M (Patti Smith), A Revolução Transumanista (Luc Fery), Como a Democracia Chega ao Fim (David Runciman), O Palácio da Memória: Pessoas extraordinárias em tempos conturbados(Nate DiMeo), A Nova Idade das Trevas (James Bridle), Coração de Trevas (Joseph Conrad), Matei Meu Pai e Foi Estranho (Andre Diniz), Gibi Fofinho e Melancólico que a Minha Namorada Pediu Para Fazer (Alexandre Szolnoky), Anamnese (Márcio Moreira e Telles Rodrigues), Receituário - Especiarias (Francesca Fermata e Alexandre Carvalhlo), Doce Jazz (Mylle Silva e Melissa Garabelli), Cais do Porto (Brendda Maria), Sinistra (Hector Lima, org.) e Catadores de Sapos (Jeff Lemire).

Ainda trouxe par casa presentes de Natal e encomendas para quem não pôde comparecer. A festa da USP acontece todo ano, nas últimas semanas de novembro. A CCXP também acontece anualmente, no último fim de semana de novembro.o. Os livros saem por 50% do preço de catálogo . A CCXP também acontece anualmente, no último fim de semana de novembro. Além das atrações e presenças ilustres, é o momento que muitos quadrinistas

A Pirralha do Ano

Realizando o sonho de 95% dos adultos que a criticam, a ativista Greta Thunberg é a pessoa do ano da Time. Ela tem companhia interessante no cargo.

9.12.19

Muros, valas e arame farpado

Now such scenes are replicated along borders dividing countries whose shared system of government is democracy and whose armies are at peace. This is seen in the more than two thousand miles of heavily guarded barbed wire that India has erected between itself and Bangladesh; or the electrified fence with which South Africa confronts Zimbabwe; or the potato fields that Hungary has laced with menacing barriers to keep out refugees. Since the start of this century, dozens of borders have been transformed from mere lines on a map into actual, deadly features of the landscape.

8.12.19

Novas gentes, novos pratos

Novas levas de imigrantes trazem consigo as receitas dos seus países de origem, novidades para a gastronomia paulistana.

6.12.19

Jeito de pensar

Tem gente que tem ideias estúpidas porque foi exposto a ideias estúpidas, como os teóricos da conspiração. Mas esss ideias só encontram terreno fértil para se instalarem porque tem gente que pensa mal. Como os teóricos da conspiração.

5.12.19

Chomsky: a pessoa mais gentil do mundo

O linguista mais famoso do mundo, Noam Chomsky não sabe nada sobre o baby Yoda e não refletiu sobre memes. E você agora sabe disso porque um jornalista cretino foi perturbá-lo por isso. Tem profissão que não tem noção.

Luxo e glamour

Até o final da década de 60, companhias ferroviárias privadas competiam agressivamente por passageiros. Um dos pontos que mais animavam essa competição era a comida dos vagões restaurantes.

4.12.19

Ela foi o objeto

Uma entrevista com Marina Abramovic, autora da que considero a mais ousada performance até hoje. Aceito sugestões de outras para ocupar o posto.

3.12.19

Quem assiste aos vigilantes?

Não adianta, Emily Nussbaum, crítica de tv da New Yorker: apesar de seu texto levantar muitos pontos interessantes sobre Watchmen eu permanecerei fiel ao Homem Do Saco de Northampton. Por enquanto.

O Top 1%: mais pobre do que pensávamos

Consider, first, the claim that the top 1% of earners have become detached from everyone else in recent decades, which took hold after the “Occupy Wall Street” movement in 2011. This was always hard to prove outside America.

Contracultura corporativa

Engraçado que depois de tanto estudar a história do Vale do Silício e cibercultura, a união entre contracultura e cultura corporativa não é nada estranha. É só o jeito que as coisas são.

1.12.19

Todos as HQs que você deve ler em 2020

O Omelete tem uma lista de setenta quadrinhos indies brasileiros que - mesmo que ingressos para a CCXP se materializem - eu não vou ter dinheiro para comprar porque meu 13o está comprometido com a próxima fatura do cartão por conta do meu descontrole da minha empolgação na feira da USP.